TelexFREE

TelexFREE - Sua Liberdade Chegou!!!

Mercado Financeiro

Aprenda a Operar na Bolsa!!!

Gráfico De Ações na Bolsa

Análise do Gráfico!!!

Investimento Financeiro é Aqui!!!

Tudo sobre Bolsa de Valores

sexta-feira, 31 de outubro de 2014

FIM DA NOVELA? Depois de comprar a TIM, as operadoras vão repartir a companhia em três, aponta o jornal


InfoMoney
SÃO PAULO - As operadoras Claro, Oi (OIBR4) e Vivo (VIVT4) fecharam acordo com o banco BTG Pactual (BBTG11) para comprar a TIM Brasil (TIMP3), de acordo com informações do jornal Folha de S. Paulodesta sexta-feira (31).  Depois de comprá-la, as operadoras vão repartir a companhia em três.
O valor não estaria fechado, mas pode chegar a R$ 31,5 bilhões. São cerca de R$ 30 bilhões, mais um prêmio de 5% pago aos acionistas, incluindo minoritários.
A Folha apurou que será feita uma oferta aberta aos acionistas da Telecom Italia, dona da TIM Brasil, que decidirão em assembleia. Os principais acionistas, como a francesa Vivendi, tenderiam a aceitar o acordo. Ainda não está definido o que acontece com os clientes.
A entrega da proposta está condicionada à venda, por parte da Oi, da Portugal Telecom (PT) em Portugal, negócio este que deve ser fechado na próxima semana. Há cinco interessados, afirmou a reportagem, entre eles duas operadoras e três fundos de investimento. O valor desta transação será de cerca de R$ 22 bilhões, já descontando a dívida e incluindo um prêmio sobre o controle. Assim, a Oi reduzirá seu endividamento para bancar sua parte na oferta pela TIM. 
Segundo a Folha, a Telecom Italia teria dito ao BTG Pactual que a TIM não está à venda e fez uma contraproposta: uma fusão com a Oi. Mas a Telecom Italia só entrariam se assumissem o comando da empresa e, para isso, pagariam até R$ 3 por ação aos acionistas da Oi, mais do que o dobro de seu valor de mercado. Outra condição seria abrir as gavetas da Oi para evitar surpresas desagradáveis como aquela descoberta pela Oi no processo de fusão com a Portugal Telecom. 
Fonte Infomoney

Para o PT, o pedido de auditoria nos resultados da eleição pedido pelos tucanos é "inacreditável"


Candidato do PSDB à Presidência, Aécio Neves, acena ante do debate organizado pela TV Record, em São Paulo
Brasília - O ministro do Desenvolvimento Agrário, Miguel Rossetto, classificou como "inacreditável" o pedido de auditoria do PSDB. "É inacreditável e vergonhoso. O PSDB insulta a democracia e o povo brasileiro", afirmou Rossetto, um dos coordenadores da campanha da presidente Dilma Rousseff.
O PSDB protocolou nesta quinta-feira, 30, no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) pedido de auditoria para verificar o resultado das eleições.
A legenda justifica que há "uma somatória de denúncias e desconfianças por parte da população brasileira" motivada pela decisão do tribunal de só divulgar o resultado da eleição presidencial após a votação no Acre.
O candidato tucano Aécio Neves perdeu a disputa para Dilma Rousseff por uma diferença de 3,28 pontos percentuais.
"É um desserviço à democracia e um desrespeito à vontade do povo", disse Rossetto, destacando que "historicamente" o TSE respeita o fuso horário do Acre - três horas de diferença em relação a Brasília -, antes de divulgar o primeiro resultado parcial, com o objetivo de não induzir o eleitor que ainda não votou.
Outros petistas ouvidos pelo jornal O Estado de S. Paulo acusaram os tucanos de forçar um "3.º turno" após a derrota nas urnas. Vice-presidente da Câmara, o deputado Arlindo Chinaglia (SP) considerou "lamentável" o comportamento do PSDB.
"Se não apresenta prova e se orienta por boato, o partido desrespeita o TSE. Uma representação dessa é negar a lisura dos ministros do TSE", afirmou Chinaglia.
"O PSDB está ultrapassando os limites do respeito a um processo democrático que se exige de todo e qualquer partido", disse o líder do governo na Câmara, deputado Henrique Fontana (RS), para quem a sigla adversária "está entrando perigosamente por um ambiente de 3.º turno que tangencia o desrespeito à vontade da maioria".
O deputado Carlos Zarattini (SP) definiu como "muito grave" a ação movida pelo PSDB e disse que ela tem a finalidade de alimentar um ambiente de tensão. "O único objetivo disso é manter o clima de disputa e de acirramento." As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Bolsa de apostas esportivas!



Exibindo futebol.gif

CLICK NO BANER

CARO AMIGOS VAMOS FAZER UM INVESTIMENTO SEGURO E EMOCIONANTE APOSTAS ESPORTIVAS ONLINE AO VIVO, APOSTE
NO REAL MADRID OU BARCELONA , NOS JOGOS DA SELEÇAO, OUTROS SPORTS COMO UFC, TENIS, BASQUETE, FORMULA1 E MUITO MAIS
 E SIMPLES BASTA CADASTRAR PELO LINK INDICADO E DEPOSITAR
POR BOLETO OU CARTAO DE CREDITO, E RECEBERA A MAIS NO SEU PRIMEIRO DEPOSITO UM BONUS DE 120% A MAIS ATE 150 REAIS
DEPOSITO MINIMO 20,00 PELLO BOLETO , APOSTA MINIMA 2,00 REAIS
VOCE RECEBERA POR TRANSFERENCIA BANCARIA QUALQUER VALOR QUE GANHAR . APOSTE NOS SPORTS E VIBRE, TORÇA E GANHE CHAT 24 HORAS.

Carlos Costa nos Abandonou será? O que será dos Divulgadores


Carlos Costa
Fica essa pergunta, onde será que Carlos Costa se encontra, será que ele abandonou seus divulgadores , quando estava fazendo sua campanha eleitoral estava presente diariamente fazendo palestra e divulgando seu nome.

Até quando isso vai continuar, qual será o final dessa história.

Carlos Costa sempre em seu videos você falou que a prioridade foi sempre os divulgadores e que Deus é testemunho disso ,

Sobre a devolução dos valores a justiça está com 600 milhões e até agora nada foi feito pra devolver aqueles divulgadores que não receberam seu dinheiro Carlos costa fez a contagem e tem dinheiro suficiente pra ser devolvidos, o que esperar dessa justiça do ACRE,

Todos estão preocupados pois o Sr. Carlos Costa sumiu e não veio a público dar se quer um pronunciamento a seus divulgadores.

A gente busca informações todos os dias pra deixar todos conectados , mas a melhor notícia que todos esperam é que você faça seu Plantão e dê uma resposta a todos nós!

Ainda há esperança?

o Dinheiro vai ser devolvido?

Foi o Maior Golpe da História Piramidal?

Abraço e Compartilhe

Recado: Nosso Blog não compara ninguém , todos tem seu espaço de expressar opiniões , sou uma pessoa que trabalho muito , o mais importante é deixar você sempre ligado, vou continuar trabalhando , pois adoro o que faço e que a cada dia possamos crescer e desenvolver nosso trabalho, você é o principal amém

Amo todos vocês e que dias melhores possa vir a todos nós crê amém

quinta-feira, 30 de outubro de 2014

Bolsa de Valores: Encontro Diário. 30/10/2014.




Transmitido ao vivo em 30/10/2014
ESTUDOS OPERACIONAIS - Investindo em Renda fixa (LCI,LCA, CDB, Tesouro Direto). Alta da taxa Selic.

ESTUDO DOS PAPÉIS. PETR4. VALE5. USIM5. VENDA EM DIVERSOS PAPÉIS.

Mais informações: http://www.equipetrader.com.br/novo-c...
Envie suas dúvidas: http://www.equipetrader.com.br/fale-c...

Um grande abraço e até o próximo vídeo!




Telexfree é citada em evento promovido pela Comissão do Comércio Federal (FTC)



Nos EUA, Federação do Comércio promove evento de alerta de fraude e Telexfree é citada como exemplo

Sendo considerada no país como uma das maiores fraudes envolvendo crime financeiro, a Telexfree é citada em evento promovido pela Comissão do Comércio Federal (FTC), com o tema "Fraude afeta todas as comunidades". Assistente cita também que SEC está de olho em um novo golpe.
Em preparação a comemoração dos 100 anos de proteção aos consumidores americanos, que acontecerá em um jantar, no dia 06 de novembro próximo,  a Comissão Federal de Comércio (FTC), no EUA,  realizou, nesta quarta-feira (29), um evento intitulado "Fraude afeta todas as comunidades." 
Entre os palestrantes do evento estava Melissa Armstrong (foto), assistente principal do advogado e Diretor Jurídico da Securities and Exchange Commission (SEC) escolhida para falar sobre o tema "Pirâmide e Ponzi da SEC" que usou em seu ponto de partida no discurso a Telexfree. 
Para a oradora a empresa era uma forma de fraude de afinidade usando o esquema  à diferença entre o preço de compra (procura) e venda (oferta) de uma ação, título ou transação monetária, chamado no país como "spread".
"Sabemos de pelo menos uma vítima que pediu emprestado, eu acho, 50.000 dólares de sua mãe e deu tudo para [Telexfree]. E era toda a sua aposentadoria," disse Armstrong.
Em sua opinião, alguns promotores Telexfree exploravam membros da Dominicana e comunidades brasileiras por meio das rede sociais e reuniões presenciais pelos promotores da empresa.
"Eles venderam uma versão do sonho americano que  [significou] apelar para os imigrantes recentes no país", Telexfree reuniu "centenas de milhões de dólares de centenas de milhares de promotores," falou a assistente que completou:
"A promessa pagamento de milhões de dólares aos seus divulgadores que poderia ir de não ter nada para ter tudo isso em um curto espaço de tempo com este programa e os organizadores iam de cidade em cidade." Armtrong relatou ainda que na empresa, "centros de formação não eram nada mais do que centros de recrutamento."
"Até "Ministros" de congregações da igreja ajudou a propagação do esquema piramidal," revelou. citando sobre pedido de falência da Telexfree. mas, sem mencionar co-proprietário Telexfree Carlos Wanzeler pelo nome, ela disse que ele "fugiu para o Brasil" e agora enfrenta acusações criminais nos Estados Unidos e que seu parceiro de negócios, o ex-presidente James Merrill Telexfree também enfrenta acusações criminais no país.
Na oportunidade a Assistência Judiciaria disse ainda que há uma prevenção da agência reguladoras de uma nova empresa baseando no marketing multinível para atrair novos investidores. 
"A SEC tem agora uma "força-tarefa de pirâmide esquema recém-criado", disse Armstrong, sem citar a suposta empresa para não atrapalhar as investigações.

Telexfree: Governo americano revela conteúdo de investigação contra Merril e Wanzeller






Nos conteúdos estão, deste material enviados por meio de mandado judicial a Google e sua subsidiária YouTube, aos materiais apreendidos na busca e apreensão no escritório da companhia em abril quando a empresa, para fugir das acusações de pirâmide financeira, entrou com pedido de "falência" no país.
Seguindo a regra local do Código Administrativo do país o governo americano forneceu atualizações esta semana dados obtidos na ação criminal contra Carlos Wanzeller(direita) e James Merril (esquerda), donos da Telexfree, acusados de esquema de pirâmide financeira envolvendo bilhões de dólares no mundo.
Merril chegou a ser preso, em maio deste ano, mas foi libertado e está sob custódio em Massachusetts, estado sede da companhia. Enquanto Carlos Wanzeller que fugir para o Brasil pelo Canadá está sendo considerado pelo FIB foragido internacional.
As acusações de crime financeiro sob ambos são do Secretário de Valores Mobiliários de Massachusetts, Willian Galvin, e da Agência reguladora americana Securities and Exchange Commission (SEC), em abril deste ano.
As atualizações do governo revelam que diversos materiais foram solicitados para o andamento do processo judicial contra os dois acusados.
"O governo forneceu descoberta substancial até à data, mas a descoberta não está completa. Até a data deste relatório, o governo elaborou um banco de dados eletrônico que contém a maioria dos dados gravados. O governo tem recolhido estes materiais através de intimação ao investigar este caso (cerca de 100 mil páginas).
O governo também fez várias produções de material adicional em resposta a pedidos específicos do conselho, incluindo todos os registros bancários e de corretagem, e disponibilizou a prova eletrônica apreendidos durante a execução de mandados de busca, em abril de 2014," revela o documento.
A lista revela também material apreendido na sede da empresa, em abril deste ano, dias antes da empresa pedir concordada, baseando-se no capitulo 11 do Código de Falência americano.
 * Cerca de 40 caixas de documentos apreendidos nos escritórios da Telexfree em Marlborough, Massachusetts, em abril 2014
* Cerca de 81 gigabytes de dados (cerca de 355 mil páginas) recebeu em outubro 2014 do Trustee acompanhamento dos assuntos da Telexfree em falência;
* Registros financeiros adicionais recebidos de os EUA Securities & Exchange Commission nos termos de um pedido de acesso e, Homeland Investigações de Segurança, totalizando cerca de 12 caixas de material e os resultados de cinco mandados de busca e-mail no servidor por volta de 25 de setembro de 2014," expressa o relatório.
No conteúdo consta ainda que o governo só recebeu, após mandado, no ultimo dia 16 deste mês, materiais em uma das contas de e-mail e está a acompanhando com os outros prestadores de serviços de internet, incluindo Google e uma das suas subsidiárias, o YouTube, que enviou, também, um quantidade substancial de conteúdo que envolve apresentações da companhia junto aos seus "divulgadores" no suposto sistema de prestação de serviço na telefonia Voip que a empresa usava, por meio do Marketing de Rede, para atrair novos investidores no esquema para usar contra os donos da Telexfree.
O documento expressa ainda que várias gravações feitas por agentes à paisana da Homeland Security Investigations- HSI fizeram, em conferências da Telexfree e em conversas com um promotor da companhia no país que serão usadas como prova contra a companhia.
"O governo pretende processar este material, exceto para o conteúdo de áudio e vídeo, para o formato de banco de dados preferido pelos conselhos e produzi-lo, em um único lote, para completar o banco de dados do governo produzido anteriormente. Em face do exposto, e de acordo com a designação do assunto do Tribunal como um "caso complexo", o governo sugere uma conferência de estado interino em aproximadamente 60 dias."

Embora havia sido solicitada uma conferência de status, datada para esta quinta-feria(30), o tribunal atendeu o pedido dos advogados de James Merrill, que disseram não ter condição devido o envolvimento em outros casos. O tribunal adiou a conferência para o dia 06 de novembro próximo.
Caso sejam considerados culpados na acusações na conspiração de cometer fraude na remessa de dinheiro referente ao suposto esquema de pirâmide os dois sócios da Telexfree, James e Carlos poderão pegar até 20 anos de prisão, segundo The Wall Street Journal.
No Brasil, a empresa que fora fechada sob a mesma acusação, ainda em julho de 2013, pelo Ministério Público do estado do Acre, há divulgadores na esperança de retorno de sua funcionalidade,independente do resultado nos Estados Unidos. Divulgadores pedem explicação de notícias por meio do "Plantão Telexfree", meio usado pelo derrotado nas urnas como candidato federal pelo Estado do Espirito Santo, Carlos Costa,usava para comunicar as sobre a empresa no país. 
Costa é dono da Ympactus Comercial LTDA, representante da Telexfree internacional no país que está em processo judicial e que aguarda o resultado da perícia técnica brasileira, que fora prorrogado para ser anunciado em 2015.

Não tenho experiência com investimentos; que livros posso ler para aprender?


Bolsa de Valores , Investimentos
Pergunta
Sou novato no ramo, não tenho experiencia e gostaria de indicações para investimentos, bibliografias para estudo, pois tenho aplicado na poupança, mas acredito que posso melhorar meus investimentos.
Não possuo capital alto de investimento, hoje, teria um investimento inicial de R$ 1.200,00 e consigo mensalmente acrescentar R$ 200,00, assim como realizo hoje na poupança. Não tenho intenção em realizar resgastes em curto prazo.
Leitor: Marcelo
Resposta de Sérgio Bini, CFP, planejador financeiro certificado pelo IBCPF
Marcelo,
Você está no caminho certo. O primeiro passo para se tornar um investidor de sucesso é buscar conhecimento e se educar financeiramente. Não importa se você não possui um "capital alto de investimento hoje", pois a educação financeira não depende do seu patrimônio.
Vamos às indicações. Considerando, que você se considera "um novato no ramo" selecionei 3 livros que servirão de ponto de partida para seus estudos. A primeira indicação é o livro "Investimentos - Como administrar melhor seu dinheiro" (autor: Mauro Halfeld), que vai te ajudar a entender melhor conceitos básicos do mercado. A segunda indicação é o clássico "Os axiomas de Zurique" (autor: Max Gunther), que trata sobre as regras e e princípios utilizados por banqueiros de sucesso suíços para investir. E por fim, sugiro a leitura de "A Bola de Neve" (autora: Alice Schroeder), que é a biografia autorizada de Warren Buffet, que é considerado o maior investidor de todos os tempos e que fez seu primeiro investimento aos 11 anos. Boa Leitura!
Sérgio Bini é planejador financeiro pessoal e possui a certificação CFP® (Certified Financial Planner), concedida pelo Instituto Brasileiro de Certificação de Profissionais Financeiros (IBCPF). 
As respostas refletem as opiniões do autor. O IBCPF e o Infomoney não se responsabilizam pelas informações acima ou por prejuízos de qualquer natureza em decorrência do uso destas informações.

Perguntas devem ser feitas no formulário http://www.infomoney.com.br/onde-investir/infomoney-responde-formulario-pergunta

Conheça mais sobre a IBCPF, Instituto Brasileiro de Certificação de Profissionais Financeiros
http://www.ibcpf.org.br/

Aquisição do WhatsApp pelo Facebook por US$22 bilhões rende US$ 10 milhões em vendas


Facebook compra WhatsApp
29 de outubro (Bloomberg) – O montante da aquisição do aplicativo de mensagens por dispositivos móveis WhatsApp Inc. pelo Facebook Inc. já está disponívil: a rede social pagou US$ 22 bilhões por uma startup que gerou US$ 10,2 milhões em receita no ano passado.

Em um documento regulatório apresentado ontem, o Facebook divulgou os resultados financeiros do WhatsApp de 2012 e 2013. No ano passado, o serviço de mensagens, que alcançou 400 milhões de usuários ativos em dezembro, gerou menos de três centavos de dólar de receita por cada um deles. Em comparação, o Facebook pagou US$ 55 por usuário quando adquiriu a empresa. A perda líquida do WhatsApp em 2013 foi de US$ 138,1 milhões. 
A cotação da transação, de 19 vezes as vendas projetadas, já era considerada elevada. No entanto, os resultados ilustram quão longe o Facebook terá que ir para recuperar o que pagou pelo aplicativo, que gera receita cobrando 99 centavos de dólar por assinatura dos usuários após o primeiro ano de serviço. O CEO Mark Zuckerberg disse que ele não tem pressa para ganhar dinheiro com o WhatsApp nem com a crescente lista de aplicativos do Facebook enquanto eles não alcançarem um bilhão de usuários. 
“A estratégia certa é focar em conectar as pessoas antes de transformá-las agressivamente em negócio”, disse ele ontem em uma teleconferência para discutir os lucros do Facebook no terceiro trimestre. “Pensamos que quando chegarmos a essa escala, as pessoas começarão a se transformar em um negócio significativo por si mesmas”. 
O crescimento do WhatsApp está no caminho certo: no ano passado, as vendas mais do que dobraram na comparação com US$ 3,82 milhões de 2012, mostrou o documento. Atualmente, o aplicativo tem mais de meio bilhão de usuários.
Aplicativo de chat 
Quando o WhatsApp foi adquirido, o Facebook já tinha um produto de chat, o Messenger. Zuckerberg disse que o objetivo do Messenger é diferente do objetivo do WhatsApp. As pessoas usam o Messenger para se comunicar com seus amigos do Facebook, ao passo que o WhatsApp funciona mais como um substituto para as mensagens de texto que as pessoas podem usar com aqueles que não são seus amigos nas redes sociais. Ambos os produtos estão crescendo em alguns dos mesmos países, disse ele. 
A maior rede social do mundo pagou a maior parte da compra do WhatsApp com ações, impulsionadas por uma alta do preços de suas ações. Aqueles que elogiaram a aquisição disseram que o Facebook estava eliminando um concorrente importante ao incorporá-lo à companhia.
“Durante os próximos anos o nosso foco continuará sendo o crescimento”, disse Jan Koum, o CEO do WhatsApp, ontem na conferência sobre dispositivos móveis da Re/Code em Half Moon Bay, Califórnia. “Agora vamos nos focar no crescimento sem fazer nenhum tipo de experimento com a monetização”.
Fonte: InfoMoney

Vale derrete e Bradesco dispara após balanço; Usiminas bate mínima em 10 anos


bolsa de valores Mercado de ações
11h04: Gol (GOLL4, R$ 12,19, +4,28%)
As ações da Gol sobem forte hoje em meio à queda do dólar nesta sessão. Como boa parte dos custos da empresa são em moeda americana, o movimento beneficia a companhia. Na máxima do dia, os papéis da empresa chegaram a subir 5,05%, a R$ 12,28. 
11h01: Bradesco (BBDC3, R$ 33,84, +4,80%;BBDC4, R$ 35,45, +5,01%)
Refletindo o balanço do terceiro trimestre, as ações do Bradesco lideram os ganhos do Ibovespa nesta manhã e puxam outros papéis do setor de bancos, como Itaú Unibanco (ITUB4, R$ 34,72, +5,47%), Itaúsa (ITSA4, R$ 9,35, +5,29%), holding que detém participação do Itaú, e Banco do Brasil (BBAS3, R$ 26,30, +3,30%).
O primeiro do setor financeiro a reportar seu resultado, o Bradesco mostrou lucro líquido de R$ 3,875 bilhões no terceiro trimestre, crescimento de 28,2% na comparação com o mesmo período do ano passado. A previsão média de sete analistas consultados pela Reuters apontava lucro recorrente de R$ 3,849 bilhões.
10h59: Vale (VALE3, R$ 24,01, -3,03%; VALE5, R$ 20,78, -3,17%)
As ações da Vale derretem nesta quinta-feira após resultado do terceiro trimestre vir abaixo das expectativas do mercado. Com esse desempenho, a Vale renova mínima de julho de 2009. Acompanham o movimento os papéis da Bradespar (BRAP4, R$ 24,05, -2,87%), holding que detém participação nas ações da Vale.
A mineradora reverteu lucro em prejuízo líquido de R$ 3,38 bilhões entre os meses de julho e setembro, ante estimativa média de lucro de R$ 4,43 bilhões feita por analistas consultados pela Bloomberg. Segundo o BTG Pactual, a primeira leitura é que o resultado foi bem fraco, com volumes ruins no segmento de minério de ferro (8% abaixo do esperado), por conta do bloqueio na ferrovia de Carajás, além da estratégia de formação de estoques da companhia na Malásia. 
10h43: Siderúrgicas
As ações das siderúrgicas caem forte hoje em meio à queda do dólar e há um dia da divulgação do resultado da Usiminas (USIM5), que, segundo analistas do mercado, foi fraco no terceiro trimestre. Entre as maiores baixas do Ibovespa, aparecem as ações da CSN (CSNA3, R$ 7,76, -3,00%), Usiminas (R$ 5,32, -2,74%), Gerdau (GGBR4, R$ 10,76, -1,74%) e Gerdau Metalúrgica (GOAU4, R$ 13,02, -1,51%). Com essa queda, a Usiminas bate hoje seu menor patamar em 10 anos. 
10h27: Exportadoras
As ações de empresas voltadas à exportação caem hoje em meio à desvalorização do dólar frente ao real. Destaque para as ações da Suzano (SUZB5, R$ 9,84, -2,09%), Fibria (FIBR3, R$ 28,10, -1,78%), Embraer (EMBR3, R$ 22,69, -2,07%) e Braskem (BRKM5, R$ 17,36, -1,36%). 
10h09: Petrobras (PETR3, R$ 14,09, +3,99%; PETR4, R$ 14,64, +4,42%)
Depois de cair forte ontem, as ações da Petrobras sobem mais de 4% em meio à notícia de reajuste dos combustíveis. Segundo informações do Valor, o conselho de administração da Petrobras se reúne amanhã e deve tratar sobre o reajuste. Com a queda dos preços internacionais do petróleo, a expectativa é de que o aumento seja na casa dos 4% a 5%. Ontem à noite, no entanto, o conselheiro da estatal Sílvio Sinedino disse à Reuters que acredita ser difícil que um reajuste da gasolina seja decidido na reunião do colegiado marcada para sexta-feira.